Tratamento Para Tabagismo Gratuito

O tratamento para tabagismo gratuito pode ser encontrado em quase todas as cidades brasileiras. Mas de nada adianta o fumante se tratar e não resistir ao fumo.

Um fumante sabe que para ter uma boa saúde o fundamental é abandonar o fumo. Por isso muitos procuram tratamento para tabagismo com o desejo de se libertar do vício.

O fumo pode causar sérias doenças para as pessoas que o fazem por um período muito prolongado. A Unifesp fez uma pesquisa onde mostrou que 90% dos fumantes desejam parar de fumar.

Mas 63% das pessoas que fumam, já tentaram em algum momento para r de fumar, mas não tiveram sucesso. O tratamento para tabagismo, requer mais do que iniciativa, é preciso força de vontade também.

Hoje o número de fumantes no Brasil é de 15,6% das pessoas com mais de 14 anos. Houve uma redução de 20% no número de fumantes após a lei do fumo.

Veja logo abaixo algumas formas de fazer um tratamento para tabagismo gratuito:

Pessoas com grau de dependência alto ou por um tempo muito extenso:

A nicotina causa uma sensação de prazer ao produzir o dopamina, um neurotransmissor associado ao prazer no cérebro. Neste caso não é recomendado a abstinência do cigarro repentina.

Para este tipo de fumante o melhor tratamento para tabagismo é a redução gradual no uso do cigarro diariamente. Recomenda-se que seja reduzido gradativamente começando com 20% ao dia, diminuindo  5 pontos semanalmente.

Com esse método de tratamento para tabagismo é possível parar de fumar em 16 semanas, ou seja, em quatro meses.

Pessoas com grau de dependência  leve ou moderado:

Neste caso, pode-se interromper o uso do tabaco de forma imediata, com ou sem o auxílio médico. Muitos conseguem abandonar o vício na primeira tentativa.

Para pessoas que param de forma abrupta a sensação da abstinência é muito elevada comparada ao método usado para os mais dependentes, que param gradativamente.

 

tratamento-para-tabagismoO que fazer antes de  parar de fumar?

Após decidir a forma de parar de fumar, é preciso mudar alguns hábitos para não ter uma recaída. Veja abaixo alguns hábitos que podem auxiliar no abandono do tabagismo.

Desassociar o cigarro ao Prazer:

Como parar de fumar se o que dá prazer é o cigarro? Por isso estes hábitos devem ser mudados antes mesmo de iniciar o tratamento para tabagismo e parar de fumar.

Deve-se evitar fumar nos momentos de lazer como bares, ao tomar cerveja, junto com amigos. Passar a fumar em locais isolados, e desconfortáveis.

Sair da sala para fumar no quintal ou na varanda do apartamento. Mudar a marca do cigarro também pode contribuir para mudanças de hábitos antes de deixar de fumar.

Consumir muita água:

A água ajuda a desintoxicar e hidratar o organismo, pois o tabagismo desidrata e intoxica o sangue no organismo. A dependência química diminuí o apetite e a sede, por isso, os fumantes são tão vulneráveis a diversas doenças.

Evitar à cafeína antes de fumar:

Quase todos os fumantes tem o hábito de tomar café antes do cigarro. Apesar da cafeína não está associada a drogas, também cria um tipo de dependência se associada ao cigarro.

Deixar de tomar café é um forte aliado no tratamento para tabagismo. Pois o fumante já começa a abandonar o cigarro é com essas mudanças de hábitos.

Praticar atividade física:

Desenvolver alguma atividade física,  auxiliar a deixar de fumar. Pois o fumo, diminuí a capacidade de respirar e altera os batimentos cardíacos, por isso ajuda a parar de fumar.

Quando os exercícios físicos se tornar tão prazeroso quanto o fumo, o fumante não mais consegue manter o vicio e deixa de fumar.

Seguindo essas dicas, é possível deixar de fumar mesmo sem o auxílio de um médico. O abandono do cigarro gera qualidade vida, mais saúde e bem estar.

Fonte: Abril

4 Comentários

  1. OLA EURIPEDES JA FAZ AUGUNS TEMPO QUE VENHO ACOMPANHANDO SEU TRABALHO POIS TA MUITO BOM E APROVEITANDO GOSTARIA DE TI PERGUNTAR SE ENTEREÇA EM NOS FAZERMOS UM TROCA DE CONTEÚDO OU SEJA ENDICA MINHA PAGINA QUE EU ENDICO A SUA PAGINA AQUARDO RETORNO PARA MAIS DETALHES OBRIGADO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*