Alimentos Rico em Zinco: Você Consome?

alimentos rico em zincoQue os alimentos rico em zinco são importantes para o nosso organismo! Todos nós já sabíamos, mas o que muita gente não sabe é de sua importância na prevenção de várias doenças.

Este mineral está despertando cada vez mais o interesse de cientistas, por isso, pesquisas associadas ao zinco são cada vez mais frequentes no estudo de doenças humanas.

Não basta apenas ter uma alimentação saudável e equilibrada, é preciso ser rica em zinco para prevenir e diminuir sintomas de diversos tipos de patologias.

# Veja Abaixo, 5 Doenças Associadas  Ao Consumo de Alimentos Rico em Zinco

O que você vai ver nos próximos parágrafos são as consequências de quem não faz consumo de alimentos ricos em zinco na quantidade certa diariamente.

Ouvimos, assistimos e lemos a todo momento, que a falta de ferro no organismo pode causar anemia, se falta cálcio afeta os ossos {…}

{…} a carência de potássio pode causar cãibras, mas e a falta de zinco no organismo? Você sabe quais as consequências que este mineral pode causar em nossa saúde caso seja consumido abaixo da quantidade necessária.

O Instituto Brazos da Universidade de São Paulo, fez uma pesquisa e descobriu que 67,4% dos homens e 45,6% das mulheres no Brasil não consomem zinco nas quantidades adequadas diariamente.

A pesquisa também revelou que ambos não conhecem quais são os alimentos rico em zinco que devem ser obrigatórios na sua dieta!

# Os Alimentos Ricos em Zinco Fortalece o Sistema Imunológico

alimentos ricos em zinco“O zinco é o micronutriente que mais atua no sistema imunológico” ( Conforme a nutricionista Lúcia Dantas Leite, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN).

Por isso o consumo de alimentos rico em zinco, é muito importante para aumentar as defesas do nosso organismo. Foi verificado uma queda na atividade da glândula timo, em indivíduos idosos com carência de zinco.

Os linfócitos são maturados na glândula timo que fica localizada no meio do peito. Diz Lúcia: “Eles são importantes células de defesa.”

Entende-se que melhorar o desempenho destas células, aumenta a defesa contra uma infinidade de problemas.

O ideal é consumir alimentos rico em zinco, mas se isso não for possível, pode-se fazer uso de medicamentos que contém zinco.

Obs.: Desde que seja acompanhado por um profissional habilitado.

# Consumo de Alimentos com Zinco Melhora a Depressão

alimentos com zinco

“O consumo diário de alimentos rico em zinco oferece muitas vantagens para o cérebro. De acordo com estudos, o zinco melhora significativamente o quadro depressivo em mulheres jovens.”

Nadir do Nascimento Nogueira, nutricionista e professora da Universidade Federal do Piauí (UFPI), concorda que o mineral facilita algumas sinapses, que nada mais são do que sinais trocados entre os neurônios.

Esta atuação pode afastar os sintomas intensos da melancolia. É mais uma informação que aponta a importância do zinco no organismo.

# A Importância do Zinco no Organismo na Prevenção do Diabetes

importancia do zinco no organismoAlimentos rico em zinco devem fazer parte de uma alimentação saudável para diabéticos.  Pois o zinco tem muita relação com a estocagem e liberação de insulina no nosso organismo.

“A falta de zinco, acelera o processo de resistência da insulina, deixando-nos mais propensos ao diabetes.” É o que diz a nutricionista Carla Cristina de Moraes, da UFG.

Uma boa suplementação a base de zinco  tem uma ação positiva no controle da retinopatia diabética, patologia que afeta a visão para os portadores de diabetes.

Mas o uso do suplemento deve ter acompanhamento de perto por um profissional habilitado, ou o endocrinologista. Pois o zinco pode aumentar a glicose no sangue.

# A Importância de Alimentos com Zinco Durante a Gravidez

alimentos com mais zincoDurante a gestação, deve-se consumir alimentos rico em zinco, a dose diária sobe de 8 para 11 miligramas. Que deve ser associada a uma alimentação rica em  fibras solúveis.

A nutricionista Lúcia, percebeu que a “falta de zinco no organismo materno, pode causar infecções intrauterinas, atrapalhar o desenvolvimento fetal e contribuir para o baixo peso do bebê.”

Em outro estudo, a também nutricionista Nadir “notou que o zinco ajuda a segurar o bebê dentro da barriga da mãe até a 40ª semana de gestação, deixando o corpo completamente formado e prontinho para nascer.”

# O Alzheimer Pode Ter Relação com a Falta de Zinco no Organismo

falta de zinco no organismoO portador de alzheimer pode fazer uso de medicamentos que contém zinco, juntamente com os demais farmacos. Desde que haja uma prescrição médica.

Mas o ideal é fazer o consumo de alimentos rico em zinco, pois uma boa parcela dos portadores da doença apresentam um índice baixo do mineral.

De acordo com a nutricionista Nadir, “este nutriente integra uma enzima conhecida como superóxido dismutase, que nos protege do estresse oxidativo.”

Quando esta enzima está em falta o nosso cérebro fica vulnerável aos tão terríveis radicais livres, fator que pode aumentar os riscos de desenvolver alzheimer.

Mas, o seu consumo deve ser feito com muito controle, pois o consumo acima do necessário pode desenvolver a doença e causar perdas de memórias.

 

Conclusão:

Como visto aqui, apresentamos apenas algumas correlações das doenças com a deficiência de zinco. Nada aqui é deve ser considerado como certo.

O ideal é consultar o seu médico antes de fazer uso de qualquer suplemento  ou consumir alimentos rico em zinco de forma desordenada.

A grande maioria das pessoas não sabe o quanto de zinco precisamos por dia, e nem conhece os alimento que contém zinco, veja tabela no final deste artigo.

A dose diária para consumo de zinco é de 8 miligramas para mulheres e 11 para homens. Veja abaixo alguns alimentos e quanto fornecem de zinco para o nosso organismo:

  • Contra Filé Grelhado  – 1 bife 100g =  4,8 mg
  • Ostras In Natura – 3 ostras, 100g = 4,38 mg
  • Sardinha Assada – entre 3 e 4 unidades 100g = 1,8 mg
  • Leite Integral – um copo, 200 ml = 0,8 mg
  • Aveia Em Flocos – 2  1/2 colheres de sopa, 100g = 1,04 mg
  • Lentilha Cozida – 4 colheres de sopa, 100g = 1,1 mg

Caso você não tenha condições de consumir alimentos rico em zinco, outra alternativa é fazer uso dos suplementos de zincos que podem ser encontrados nas farmácias ou em sites como o Riqueza Natural, para quem deseja comprar zinco online.

Fonte e Crédito:  Revista Saúde é Vital – Nº 381 – 09/2014 (Editora Abril) – Páginas 32 a 35

 

6 Comentários

  1. Você explicou detalhadamente, Euripedes, ensinando técnicas que aprendeu com muito trabalho, e que outros ensinam por muito dinheiro em seminários e work shop.
    Parabéns pelo seu trabalho e generosidade em ensinar.

  2. Euripedes, já passaram 8 meses desde que postaste o artigo e ainda continua na terceira págian da Google. Passou se alguma coisa para não atingir a 1ª página?
    Saiu mais algum video de atualizacao sobre a técnica?
    Continuação de bom Trabalho

    • Parabéns João por acompanhar, muita gente não acompanha e não tem ideia do que acontece. O artigo que fiz mostrando no vídeo, tem uma média de 25 cliques por mês, esteve sim na primeira página, mas perdeu a posição. Já o artigo que fiz posteriormente para a gripe influenza tem uma média de 150 cliques por dia com a palavra chave ” influenza b h1n1″ . Isso ocorre pela autoridade dos sites que estão na primeira página e entrada de novos sites usando a mesma palavra chave, só que sites com mais autoridade. A autoridade de um site é medida por backlinks, e o Saúde Para Dar e Vender não tem links, portando mesmo que chegue na primeira página, se um outro site com mais autoridade entrar na concorrência, ele ganha o posicionamento. Espero ter esclarecido a sua dúvida.

  3. Eurípides observei que apesar de muito bem feito o artigo, o mesmo não consegui posicionar bem no google. O que houve? Mudou alguma técnica?

    • Você seguiu todas as instruções? O Artigo Alimentos Rico em Zinco: Você Consome? Já está indexado e aparece na terceira página do Google. Demora algum tempo para chegar a primeira página. Não aparece bem posicionado logo que indexado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*